O ‘celular’ consolidou-se entre as palavras da moda em 2012. Aqui estão as tendências e previsões de analistas para a aprendizagem com o celular em 2012.

  1. Crescente proliferação de tablets e smartphones no mercado, forçando as escolas a permitir esses dispositivos nas escolas. (Em 2011, 40% dos adolescentes tinham um smartphone.)
  2. Acesso à banda larga melhorou justificando o uso de mais tecnologia para o celular.
  3. Uma onda de ”trazer o seu próprio dispositivo” (e a necessidade de adaptar-se a ele) para as escolas à medida que os alunos usam os seus próprios dispositivos tecnológicos para a aprendizagem na escola e em casa.
  4. Uso mais frequente de ebooks e materiais instrucionais online como o principal recurso de aprendizagem em vez de material suplementar.
  5. Aumento de serviços de curadoria digital para ajudar os usuários a utilizar todos os recursos disponíveis.
  6. Crescimento da criação e uso de materiais de código aberto que permitem maior colaboração e uso de multi-plataformas.
  7. Maior integração das redes sociais integradas com a aprendizagem para aumentar a colaboração do aluno e os contatos com professores.
  8. Migração para a computação na nuvem e sistemas online de gestão de sala de aula que reúnem os dados do desempenho do aluno e permitem um ensino mais personalizado.
  9. Adoção da sala de aula invertida (flipped classroom), onde a aula tradicional é acessada de casa por meio de vídeos ou podcasts, e os alunos passam o tempo na sala de aula presencial com seus professores e colegas trabalhando em projetos, discussões e aprendizagem colaborativa.
  10. Aumento de ”jogos verdadeiramente educativos”.

Fonte: 10 Mobile Learning Trends for 2012

Anúncios